quarta-feira, 17 de março de 2010

Oi, people.

Estou num momento meio deprê. Mas não quero falar sobre isso (Y'

Encontrei por aí uma poesia que diz muito sobre mim. Apesar de eu não gostar muuuito de poesia, sabe? Hm... até gosto, na verdade. O problema é que eu NÃO CONSIGO ESCREVER POESIA. Mas isso não tem nada a ver,^já estou divagando..

Bom, aí vai:


Eu não me conheço



Por mais que tente

ainda não me conheço

acho isso o meu grande erro

por isso pago um grande preço.

Como é que eu sou?

às vezes pergunto-me...

Como é que eu devo ser?

No que preciso mudar?

Eu não sei...

mas sei que há tanto para mudar...

As vezes sinto-me como o mar

infinito e misterioso...

outras, como as flores

frágil e sensível...

Uma eterna busca do meu ser...

Eu posso estar totalmente entregue

como o ar

outras vezes,

ser o pico mais alto da montanha

dificil de alcançar...

Muitas vezes ser o fogo

que incendeia o teu coração

mas outras vezes a água

que não deixa a chama acesa

assim sou eu

posso tornar-me uma presa fácil

entregue e cheio de amor...

outras, foge de mim

tornar-me-ei um terrível caçador

sem receios

sem pudor

Assim sou eu

assim eu sou

eu ainda não me conheço.


Eduardo Vieira

P.S.: Quem curte moda (mais da Europa que daqui  ^^ ) passa no meu lookbook??

XoXo


2 rabiscos:

Lucas disse...

Rsrs acho que todos se perguntam quem sou?
Acho que todos acordam algum dia desses e não se reconhece no espelho... é assustador, mas, na incerteza somos quem podemos ser e nada mais
bjxxx

Mariana: Barbie is a bitch darling disse...

gostei do blog :)

bj

Postar um comentário

Comenta aê!;)